Sindicato de Atletas São Paulo
Jurídico

Com auxílio do Sindicato, Poti consegue rescisão no Mogi Mirim

Goleiro estava sem receber e FGTS não estava sendo depositado

28, JUNHO 2017 às 07:51:11

Goleiro Poti recorreu ao Sindicato de Atletas e conseguiu rescindir com o Mogi Mirim (foto: Reprodução/EPTV)

Sem receber salário desde janeiro desse ano, o goleiro Poti, que estava no Mogi Mirim, procurou o departamento jurídico do Sindicato de Atletas de São Paulo para ajudá-lo nessa questão.
 
O jogador tentou por diversas vezes receber seus vencimentos junto ao clube, porém não obteve sucesso.
 
“Após o contato do Poti, o Sindicato de Atletas entrou com um processo contra o Mogi Mirim há 2 semanas buscando a rescisão contratual, já que o atleta estava sem receber seus salários desde janeiro. Ontem, dia 26 de junho, saiu a decisão judicial que rescindiu o contrato do atleta liberando-o para firmar novo contrato de trabalho. Agora, ele poderá procurar um clube que arque com suas obrigações legais mínimas: a de pagar em dia os seus empregados”, explica o advogado Guilherme Martorelli que atuou na causa.
 
Além dos salários, o FGTS do atleta também não estava sendo depositado. Após a decisão da justiça, Poti deixou o Mogi Mirim que, atualmente, disputa a Série C do Campeonato Brasileiro.
 
Os documentos foram prontamente enviados à Confederação Brasileira de Futebol para publicação no BID, o que ocorreu ontem (26 de junho).
 



« VOLTAR




Mais sobre Jurídico


Últimas do Sindicato


UGT
EDUCATLETA
ABPH
SOCCER DIGITAL
IBRADESPOR
DIREITO EC
Expressão Paulista
FutBrindes