Sindicato de Atletas São Paulo

FUTEBOL CONTRA A HEPATITE


Como em uma equipe de futebol, ninguém ganha uma partida ou um campeonato sozinho, é preciso trabalhar em conjunto.  Pensando assim, a ABPH e o Sindicato dos Atletas Profissio-nais de São Paulo firmaram uma parceria, unindo forças na divulgação do perigo que é a hepatite C, que está matando mais do que a AIDS, no mundo.  
 
Humberto Silva, presidente da ABPH convocou Rinaldo Martorelli que, imediatamente, aceitou lutar pela causa.  A associação e o sindicato estão oficialmente juntos nessa campanha.  “O esclarecimento da categoria com relação à doença que vem matando muitos ex-jogadores é de extrema importância. Nosso objetivo é conscientizar os jogadores sobre a doença e os riscos que ela pode trazer”, diz Martorelli.  
 
A campanha não para por aqui. No âmbito nacional, conversas já estão sendo mantidas com a FIFA para que na próxima Copa do Mundo, na Rússia, o tema a ser adotado possa ser: 
“O FUTEBOL CONTRA A HEPATITE”. 
 
“Lutarei pessoalmente em todos os níveis para que a campanha seja amplamente divulgada. Usaremos todas as ferramentas de comunicação do Sapesp para tornar a campanha mundial”, falou o presidente do Sapesp.

SOBRE A ABPH

A ABPH-Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite tem a missão de trazer informações básicas a quase 6 milhões de brasileiros infectados com os vírus B e C da hepatite e que ainda vivem sem saber que estão doentes, além de divulgar e criar maneiras para que as pessoas possam se tratar e se curar.   
 
Humberto Silva, presidente da ABPH e portador da Hepatite C, depois de controlar a sua doença, criou uma organização não governamental, sem fins lucrativos, para atender a população gratuitamente.  

ALERTA É AINDA MAIOR PARA NASCIDOS ENTRE 1945-65 

Na década de 70 e 80, muitos jogadores de futebol, em todo o país, acabaram contraindo o vírus da hepatite C e, sem saber que tinham a doença, morreram diagnosticados como cirrose, sendo que muitos nem bebiam.  

O último a morrer vítima da hepatite C foi Marinho Chagas (foto), craque da seleção brasileira.  Nos anos 70 os atletas eram contaminados por uso comunitário de seringas, ainda dentro do vestiário, quando aplicavam energéticos para melhorar o rendimento em campo.  
 
Hoje, ex-atletas e atletas em atividade têm duas missões nessa batalha toda: prevenir-se fazendo testes para ver se têm o vírus e conscientizar toda a classe em atividade, como: atletas, dirigentes, treinadores e pessoas ligadas ao futebol e outros esportes, para conhecer mais sobre a doença.
 
EX-ATACANTE DO PALMEIRAS É O ARTICULADOR

A parceria entre Sapesp e ABPH começou a ser traçada pelas mãos de Osmir Baptista, diretor administrativo do Sapesp e ex-atacante do Palmeiras.
 
“Nós ex-atletas precisamos muito deste projeto sendo divulgado o máximo possível. Tem muita gente morrendo sem saber que tem a doença. Um simples exame pode resolver tudo”, falou Baptista.
 
Ele também já fez o exame e tornou-se símbolo da luta contra a Hepatite ao lado de outros ex-jogadores como Júlio Cesar Bonfim, Gerson Caçapa, Ataliba e Nilson.

SOBRE A ABPH
Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite. Nascida com o objetivo de ser a grande aliada dos infectados da doença, seu principal objetivo é o de levar INFORMAÇÃO sobre a existência da hepatite, suas divisões e implicações.
 
Além disso, visamos possibilitar o tratamento e CURA aos infectados, através de diversas ações sociais. Trata-se de uma organização não governamental, sem fins lucrativos. Sua sede é na cidade de São Paulo, e já conta com uma grande quantidade de seguidores.
 
A MISSÂO DA ABPH
É a de trazer à luz os quase 6 milhões de brasileiros infectados com o vírus B e C da hepatite, e que ainda vivem cada dia sem saber que estão doente. É também parte de nossa missão a de advogar a causa, divulgá-la e criar maneiras para os que já estejam diagnosticados possam se tratar e se curar.
 
 
 



« VOLTAR


Outros Projetos

EXPRESSÃO PAULISTA

COPA INOVAÇÃO

ATLETAS EM AÇÃO

PRÊMIO SAPESP 2015

EDUCATLETA

CADERNO DE CONQUISTAS

70 ANOS


Veja todos os projetos
UGT
EDUCATLETA
ABPH
SOCCER DIGITAL
IBRADESPOR
DIREITO EC
Expressão Paulista
FutBrindes